In Memoriam Credidio Rosa (4/9/1938 - 6/8/2014)

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Cluvinho - Vinhos e Países Inusitados do Velho Mundo

A nossa reunião de fevereiro aconteceu no restaurante Genova do nosso amigo João, como sempre fomos muito bem recebidos. O tema de nossa reunião foi "Vinhos de Paises e Regiões inusitados do Velho Mundo".

Abrimos os nossos trabalhos com um vinho branco americano "Le Cigare Blanc" 2004, excelente e nos deixou surpreso, californiano da região Central Coast, produzido por Bonny Doon, é um corte de Roussane (75%) e Grenache Blanc (25%), não vai em barrica, GA 14,3%, corpo medio, vinho pronto para beber, uma coloração de vinho novissimo, RP- 88, R$ 90,00 importado pela Vinci.



COSTERA CANNONAU DI SARDEGNA DOC 2007 - Foi a primeira amostra, um execelente tinto da Sardenha na regiao Costera, produzido por Argiolas, um famoso produtor da ilha, maravilhoso no nariz e muito elegante na boca, é um corte das uvas autoctones: Cannonau, Carignano e Bovale (castas inusitadas), fica de 8 a 10 meses em barrica de carvalho novo e um periodo na garrafa ate ser disponibilizado para o mercado, GA - 14%, guarda de 5 a 10 anos, RP - 90, um vinho encorpado mas agradavel, ficou em primeiro lugar na escolha dos confrades, custa R$ 75,00.




CHINON PENSEES DE PALLUS 2007 - Esta segunda amostra, um ótimo francês da região do Loire, sub-região Chinon, produzido por Domaine Pallus, demorou para abrir os aromas, mas muito agradavel e na boca apresentou uma acidez muito agradavel, é feito apenas da casta Cabernet Franc, ficando 18 meses em carvalho de 2 anos e apos descansa 2 meses antes de engarrafar, GA - 13%, guarda de 5 a 10 anos, RP - 90, corpo medio, foi escolhido como o segundo melhor da noite, R$ 95,00.

HANS LANG PINOT NOIR 2005 - Este tinto alemão foi a terceira amostra, da região de Rheingau, sub-região Hattenheim, coloração típica de Pinot Noir, produzido por Hans Lang, aromas típicos. porém uma acidez acentuada, é um varietal de Pinot Noir, estagia 12 meses em barricas de carvalho francês novo, GA - 13,5%, guarda de 5 a 10 anos, é um vinho leve, foi escolhido em terceiro lugar, R$ 130,00.

NEMEA OPAP 2006 - Quarta amostra da noite foi este vinho grego da regiao do Peloponeso, sub-região Nemea, produzido por Boutari o maior produtor grego de vinhos, que possue sede na Macedonia, um vinho muito novo, com uma acidez marcante é um vinho varietal feito pela cepa autoctone Agiorgitiko, descansa 1 ano em barrica de carvalho frances novo, GA - 12,5%, guarda mais de 10 anos, é um vinho com medio corpo, merece ser provado novamente dentro de 3 anos, foi classificado em quarto das amostras, R$ 40,00

Todos os vinhos são da importadora Vinci.

Taba

As últimas aqui no blog