In Memoriam Credidio Rosa (4/9/1938 - 6/8/2014)

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Chile

CREDVINHO OUTUBRO 2018

LOCAL: RESTAURANTE E IMPORTADORA RAVIN

TEMA: CHILE


Esse tema foi poucas vezes abordado pelo nosso grupo abordou apesar da proximidade com este país e da facilidade em adquirirmos bons vinhos.

O Chile é o único país no mundo que possui 200.000 hectares de vinhedos cultivados com raízes próprias (sem enxerto americano), pois não foi atingido pela praga de filoxera graças às características de seu solo arenoso que impediu a fixação do vírus na raiz da planta. Hoje a produção chilena se preocupa muito com a qualidade dos vinhos e as principais regiões são: Valle do Maipo, Aconcágua, Colchágua e Casablanca.



Iniciamos com um espumante Valdivieso Brut, vinícola do Valle do Curicó, entre os Vales do Maule e Colchágua, 50% chardonnay, 20% pinot noir e 30% sémillon, GA 12%. Aromas muito frescos de frutas, boa perlage e ótimo custo/benefício, R$ 69,30.

Optamos por degustar 3 vinhos e acompanhar o jantar com 2 outros, todos com boa qualidade.

1. Single vineyard 2011, Valdivieso, Vale do Colchágua, 100% cabernet franc, GA 14%. Produzido em vinhas velhas, permitindo de 10 a 15 anos de guarda. R$ 202,13. Foi escolhido em terceiro lugar.

2. Protegido,Vina Maipo e Concha Y Toro, 2013, 100% cabernet sauvignon, GA 14,5%, 20 anos de guarda, R$ 460,00. Este vinho estava em oferta e nos custou a metade. Vinhas Velhas com orientação de Paul Robins. Um cabernet sauvignon típico. Foi escolhido em primeiro lugar.

3. Caballo Loco Grand Cru Apalta 2013, Vina Valdivieso, 50% cabernet sauvignon, 50% carmenère, GA 14,3%. Elegante, bem estruturado e equilibrado. Foi escolhido em segundo lugar.




Para jantar tivemos 3 opções: a primeira, uma massa com abobrinha e camarões salteados no vinho branco; a segunda, uma massa com azeitona preta, prancheta, mussarela de búfala, molho de tomate fresco e a terceira, uma paleta de cordeiro. Os pratos feitos pelo Pasquale estaam muito bem apresentados e deliciosos.

No jantar degustamos 2 vinhos: a paleta de cordeiro, exigindo um vinho mais encorpado, ficou melhor com o Valdivieso Grand Reserva Carmenère 2013, GA 14%. Já as massas, mais leves, harmonizaram melhor com o Valdivieso Grand Reserva Pinot Noir 2013, GA 14%.

Achamos interessante degustarmos vários vinhos de uma mesma vinícola, Valdivieso, para analisarmos com maior riqueza as diferentes cepas.

Nesta noite tivemos a felicidade da presença do nosso querido Sugi que nos presenteou, em nome da Leila, com livros e quadros que pertenceram ao nosso querido mestre Credidio.



Foi uma noite inesquecível.
Até novembro.

Vera

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Argentina DS 94+

CLUVINHO - OUTUBRO 2018

TEMA - ARGENTINA DS 94+

LOCAL - CLUB ATHLETICO PAULISTANO 



Na reunião desse mês, acontecida no dia 16/10, fizemos a abertura com o ótimo Angustifólia Chardonnay 2017, um vinho brasileiro de São José dos Pinhais - PR, produzido pela Vinícola Araucária, 100% da casta chardonnay, vinhedos a 950 metros de altura, colheita manual, breve amadurecimento em carvalho, 2.700 garrafas produzidas, GA - 12%, vinho equilibrado, muito agradável. Com um pouco mais de acidez seria perfeito. Agradou a todos. Preço R$ 48,00.




Degustamos:

PIANTAO 2012 - Produzido por Zorzal Wines, vinhedos em Gualtallary - Tupungato, um corte de 90% de Cabernet Franc, 5% Malbec, 3% Cabernet Sauvignon e 2% Syrah. A colheita é feita em diferentes tempos, e em cada um é vinificada em ovos de cimento separados. Passa 36 meses em carvalho francês, sendo 30% novo e 70% em barris de 3º e 4º uso, e por fermentação malolática. DS - 98 pts., muita personalidade, equilibrado, rubi escuro, frutas silvestres, boa acidez, sem dúvida um vinho merecedor de sua nota. GA - 14,5%, preço R$ 433,22. Ficou em segundo lugar na preferência.

BARRABAS BY JUDAS CABERNET FRANC 2015 - Produzido por Bodegas Sottano, vinhedos em Agrelo, 100% cabernet franc, fermentação em carvalho francês durante 16 meses, coloração rubi, aroma de frutas vermelhas, leve, boa persistência. DS - 94, GA - 13,6%, preço R$ 211,00. Ficou em terceiro lugar na preferência.

SELECCION DEL ENOLOGO SIGLE VINEYARD MALBEC 2012 - Produzido pela tradicionalíssima Bodega Navarro Correas, vinhedos em Tuhuyan - Vale do Uso, 100% Malbec, 80% passa em carvalho francês e 20% em americano, grená escuro, bastante denso, muito agradável, frutas vermelhas, boa persistência. DS - 95, GA - 14,5%, preço R$ 233,22. Ficou em primeiro lugar na preferência.

OTRA PIEL RED BLEND GUALTALLARY 2015 - Produzido pela Bodega Gen del Alma, fundada em 2012, tendo à frente Andrea e Gerardo Michelini (enólogo da Zorzal), vinhedos no Vale do Uso, um corte de 60% cabernet franc, 30% cabernet sauvignon e 10% pinot noir, vinificado em ovos de concreto, visual rubi, frutas vermelhas, boa acidez. DS - 94, GA - 14%, preço R$ 222,11. Ficou em quarto lugar na preferência.

O jantar teve como primeiro prato, um Raviolli de Ricotta ao Pomodoro e como segundo prato um Filé Mignon de Cordeiro com Risotto de Funghi; os dois excelentes; como sobremesa Creme Brulèe. O vinho escolhido para harmonizar foi o espetacular GRALHA AZUL CABERNET FRANC 2014, produzido pela Vinícola Araucária do Paraná, colheita em Março 2014, engarrafado em agosto 2015, com somente 4500 garrafas produzidas nesta safra em lote único. GA - 12,8%, preço R$ 48,00. Muita personalidade, boa acidez e espetacular custo/benefício.

Todos os vinhos, exceto os de entrada e do jantar, são importados por vinhobr.com.br

Cred não nos abandone.

Taba

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Toscana WS 90+


CLUVINHO - SETEMBRO 2018

TEMA - TOSCANA WS 90+

LOCAL - NOU RESTAURANTE


Depois da última reunião com um local de produção de vinhos inesperado (vejam a postagem "Sei lá"), voltamos a um porto seguro, tendo por tema uma região bem conhecida por todos, com vinhos desconhecidos e muito bem avaliados. Todos os vinhos comprados na VIA VINI, onde obtive ótimas ofertas. 

Abrimos com o excelente Chardonnay da Toscana, vinho branco produzido por Castiglion del Bosco, safra 2017, 5 meses em barrica, GA - 13%, preço R$ 120,00. Um ótimo custo/benefício pela qualidade apresentada.

Os vinhos degustados foram:

CHIANTI CLASSICO RISERVA 2013 - Um típico chianti em suas características, 100% Sangiovese, produzido pela Tenuta Capraia, 15 meses em barrica para afinamento, WS - 93 e JS - 91; um vinho que cresceu ao longo da degustação, taninos presentes, GA - 14%, R$ 182,00. Ficou em quarto na preferência.

VILLA PILLO BORGOFORTE 2014 - Um supertoscano, produzido por Villa Pillo, com um corte de Cabernet Sauvignon, Merlot e Sangiovese. Um vinho simples, não passa por barrica, WS - 91, ficou em 25º lugar no TOP 100 da WS, agradável no paladar, GA - 13,5%, preço R$ 120,00. Ficou em terceiro na preferência.



CHIANTI CLASSICO GRAN SELEZIONE EFFE 55 2013 - Vinho diferenciado, com qualidade para concorrer com um Brunello, produzido pela Tenuta Capraia, 100% Sangiovese, 24 meses em barrica para afinamento, WS - 95 Highly Recommended, JS - 93. Muita personalidade e equilíbrio, devendo crescer mais após 2022, GA - 14%, R$ 250,00. Ficou em primeiro lugar na preferência, empatado com o Uccelliera 2015.

UCCELLIERA ROSSO DE MONTALCINO 2015 - Produtor Uccelliera, da região de Montalcino, 100% Sangiovese, 8 meses em barrica, WS - 90, JS - 92 e GR - Tre Bicchieri. Um vinho fantástico, com muita personalidade e um excelente custo/benefício, GA - 14,5%, preço R$ 150,00. Ficou em primeiro lugar na preferência, empatado com o Selezione EFFE 55.



No jantar tivemos a opção de dois excelentes pratos: Risotto de cogumelos ao azeite de trufas ou Confit de Pato ao vinho do porto, purê de mandioquinha e figo assado com presunto cru. Na minha modesta opinião, este é o melhor Confit de Pato de São Paulo. Para acompanhar tivemos o ótimo vinho toscano Castiglion del Bosco DAINERO 2015, que harmonizou muito bem. É um corte de Merlot e Sangiovese, 6 meses em barrica, WS - 90 e JS - 93, GA - 13,5%, R$ 98,00. Vários confrades decidiram comprar este vinho.

Cred, não nos abandone. 

Taba

As últimas aqui no blog