In Memoriam Credidio Rosa (4/9/1938 - 6/8/2014)

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Tintos 2012 - WS 90/91/92/95


CLUVINHO - FEVEREIRO 2018 
TEMA - TINTOS 2012 - WS 90/91/92/95 
LOCAL - NOU RESTAURANTE 

Em fevereiro de 1998, ainda no século passado, o nosso saudoso DITADOR Credidio fez as primeiras publicações que resultaram na criação do CLUVINHO. São 20 anos de existência! As reuniões no formato que existem até hoje começaram em março de 2000.

Voltemos aos dias de hoje. A reunião do mês foi realizada dia 20 de fevereiro no NOU Restaurante, com vinhos de qualidade e alta avaliação pelo Wine Spectator (90/91/92/95). Todos importados pela World Wine.

O abre-alas foi o Tabali Reserva Viognier 2016, um chileno branco muito bom, escolhido por ser 100% Viognier e esta uva estar há muito tempo longe de nossas reuniões. O cultivo é no Valle del Limari, GA - 13,5%, não passa por barrica, R$ 76,00 // R$ 45,60. Aprovação unanime pelos participantes.
Observação: todos os vinhos estão com dois preços - o primeiro é o preço normal da importadora e o segundo o pago no bota fora da World Wine.





Os vinhos degustados foram:

QUINTA VALE DONA MARIA DOC 2012 - português do Douro, produzido por Quinta Vale Dona Maria, na sub-região do Vale do Rio Torto, WS-91. Corte de Touriga Franca, Sousão, Tinta Francisca, Tinta Amarela e Rufete, passa 21 meses em barricas de carvalho francês (75% novas e 25% de segundo uso), GA - 15%. Cresceu muito ao longo da degustação devendo ser decantado por uns 15 minutos, R$ 442,00//R$ 287,30. Foi escolhido em quarto lugar sendo que as notas de avaliação ficaram muito próximas.

ALIARA 2012 - chileno do Valle Maipo, Colchaga e Maule, produzido por Odfjell. Por um erro de digitação a World Wine colocou uma avaliação WS 95, quando na realidade a avaliação de 95 é do Guia Descorchados. Corte de 40% Malbec, 22% Cabernet Sauvignon, 6% Syrah, 32% Carignan; passa 18 a 24 meses em barricas novas de carvalho francês, GA - 14,5%. Muito equilibrado e elegante, R$ 269,00//R$ 174,85. Foi escolhido em primeiro lugar.

CAUQUENINA BLEND 2012 - chileno do Valle de Itata e Maule, produzido por Clos de Fous, WS-92. Corte de Touriga Nacional, Carignan, País, Syrah, Carmènere e Malbec, passa 18 meses em carvalho francês, GA - 13,5%. Um vinho leve lembrando um Bordeaux, preço R$ 133,00//R$ 86,45. Foi o segundo lugar na preferência

NEROMORA AGLIANICO DOC 2014 - italiano do sul da Itália, da região da Campania/Irpinia, 100% Aglianico, WS-90. Passa 8 meses em carvalho francês, GA - 13,5%. Vinho fácil de tomar, agradável e foi o escolhido para acompanhar o jantar, preço R$89,00//R$62,30. Foi o terceiro na preferência.

No jantar tivemos duas opções maravilhosas: Risotto de cogumelos ao azeite de trufas ou Paleta de cordeiro ao molho do assado com purê de batata. Ambas com a qualidade e excelente serviço do pessoal do NOU.

Cred não nos abandone.

Taba

domingo, 21 de janeiro de 2018

Brancos Portugueses com bom C/B

CLUVINHO - JANEIRO 2018

TEMA - BRANCOS PORTUGUESES COM C/B

LOCAL - CLUB ATHLETICO PAULISTANO


Mais uma vez mudamos o formato de nossa degustação: foram 6 vinhos dentro do tema,  "BRANCOS PORTUGUESES COM BOM C/B" (custo/benefício). Iniciamos com a degustação de 5 vinhos e o sexto ficou para o jantar, sem uma avaliação formal.

Temos seguido o ditado: “Renovar ou morrer”, então vamos renovar. Em nossa reunião do dia 16/01, os vinhos, cada um de uma diferente região de Portugal, são todos importados pela Mistral. Unanimidade na aprovação dos vinhos.


LYBRA 2015 - Produzido por Quinta do Monte D’Oiro, da região do Alenquer, um corte de Viognier, Arinto e Marsane, 5 meses em cuba de inox, GA - 13,5%, preço R$ 120,00, apesar de ter ficado em quinto lugar na avaliação, um vinho agradável.

QUINTA DE SAES BRANCO 2015 - Produzido por Quinta da Pellada, região Dão, um corte de Encruzado, Malvasia Fina e Cerceal, estagia em pequenos barris por 5 meses, GA - 13%, preço R$ 92,60, boa acidez, ficou em quarto lugar.

VINHAS VELHAS BRANCO 2015 - Produzido por Luis Pato, região da Bairrada, um corte de Bical, Cerceal e Sercialinho, passa por cuba de inox e barrica de castanho, GA - 13%, preço R$ 116,00, cítrico com boa acidez, ficou em terceiro lugar.

ALTANO BRANCO 2015 - Produzido por Symington/Altano, região do Douro, um corte de Malvasia Fina,Viosinho, Rabigato, Moscatel e Galego, sem madeira, GA - 12,5%, preço R$ 78,85, toque de anis e musgo, ficou em segundo lugar.

QUINTA DO CARMO BRANCO 2013 - Produzido por Quinta do Carmo, região Alentejo, corte de Roupeiro 70%, Arinto 15% e Antão Vaz 15%, sem madeira, GA - 13%, preço R$ 127,00, muito elegante, o campeão da noite.


Durante a degustação foi servido um couvert especial com diversos tipos de pães, manteigas e acepipes. Para iniciar o jantar foi servido Salmão e Haddock com vinagrete de manga e folhas verdes; prosseguiu com uma Pescada Branca com champignons, aspargos e alho porro e, como grand finale, um creme Brûleé como sobremesa. Um jantar excelente, aprovadíssimo por todos os participantes. O vinho do jantar foi o excelente QUINTA DA LAGOALVA TALHÃO 2015, produzido por Quinta da Lagoalva de Cima, da região do Tejo, um corte de Fernão Pires 50%, Arinto 40% e Alvarinho 10%, sem madeira, GA - 13%, preço R$ 92,60, aprovado por todos

Cred não nos abandone.



Taba

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Surpresa - Cluvinho

CLUVINHO - DEZEMBRO 2017

TEMA - SURPRESA

LOCAL - RESTAURANTE GENOVA



Devido a baixa adesão do grupo para esta reunião (nunca tivemos tanta ausência), apenas 10 pessoas, decidi mudar o tema tradicional de Dezembro (Champagne e Espumantes), para uma reunião de alta qualidade de vinhos a serem apreciados com as delícias do Genova e com isto não houve degustação e sim uma reunião intimista.
Para acompanhar o antipasto variado, abrimos uma Champagne Magnum Pierre Moncuit Delos Grand Cru Blanc de Blanc Brut, da região de Le Mesnil Sur Oger, no coração da Côte des Blanc, vinícola quer existe há mais de um século, importado pela World Wine, 100% Chardonnay, aroma de fruta seca, fermento e maçã, na boca elegante, um brut agradável, em outras palavras espetacular, GA - 12%, R$ 549,00, WS - 91.



O prato principal foi o excelente gnocchi a romana; escolhi para acompanhar o sensacional Super Toscano I Balzini Colli Della Toscana Centrale White Label 2009, um corte de 50% Sangiovese e 50% Cabernet Sauvignon, importado pela World Wine, aroma de cereja negra e framboesa, na boca uma explosão de sabores e com um final de uma equilibrada acidez, que só enriquece uma harmonização, 18 meses em carvalho francês. O importante é que não faltou vinho, GA - 14%, R$ 272,00, WS - 93.

Foi uma noite de confraternização maravilhosa, lamento pelos confrades que não puderam estar lá.

Cred que Deus te abençoe.


Taba

As últimas aqui no blog