In Memoriam Credidio Rosa (4/9/1938 - 6/8/2014)

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Espanha e suas regiões


CLUVINHO - JUNHO 2018

TEMA - ESPANHA E SUAS REGIÕES

LOCAL - PIMENTEL BISTRÔ



Nossa reunião aconteceu no dia 19/06, com vinhos inusitados da Espanha e importados pela Península. 

Tivemos amostras de diferentes regiões e cortes. Para efeito comparativo foi colocado um vinho muito conhecido por todos e de qualidade comprovada. Todos os vinhos degustados foram aprovados pelos participantes e considerados de excelente qualidade.

Abrimos com o maravilhoso branco LIAS, da uva Albariño, safra 2007, da região D.O. Rías Baixas, produzido por Martin Códax, cor amarelo-palha brilhante, aroma de pêra e maça, muito estruturado e volumoso, ótima acidez. Fica em depósitos de aço por 10 meses, com lias* em repouso, o que lhe dá maciez e equilíbrio, GA-13,2%, preço R$ 218,90 em oferta por R$ 131,34. Vinho com 11 anos, porem parece ter sido feito ontem, isto mostra a qualidade da amostra, agradou a todos. 
*Lias - Calcareo argiloso, levedura.

 Foram degustados:

ABADIA RETUERTA SELECCIÓN ESPECIAL 2010 - Velho conhecido de qualidade irreparável, região Tierra de Castilla y León, vinícola Abadia Retuerta, um corte de 75% Tempranillo, 20% Cabernet Sauvignon e 5% Merlot, passa 18 meses em carvalho francês e americano, um rubi violáceo intenso, aromas complexos e frutas vermelhas, na boca coco e baunilha, taninos macios, boa persistência, GA-14%, preço R$ 276,10 em oferta por R$ 165,66. Foi o segundo na preferência.

EDETANA 2008 - Um tinto da região Terra Alta, produzido por Edetária, um corte de 60% Garnacha Tinta, 30% Garnacha Peluda e 10% Cariñena, passa 12 meses em barricas de carvalho francês, cor de cereja, aroma de fruta vermelha madura, vinho estruturado, longo, com taninos redondos, GA-15,2%, preço R$ 207,90 em oferta por R$ 124,74. Foi o quarto na preferência.

ALTOS DE LOSADA 2007 - Região de Bierzo, da vinícola Finca Losada, um varietal 100% da casta Mencía, estagia 12 meses em barris de carvalho francês, cor cereja escura com borda violácea, aroma de fruta vermelha madura e tostados, na boca muito estruturado, elegante e persistente, GA-14,5%, preço R$ 289,30 em oferta por R$ 173,58. Foi o terceiro na preferência.

PUERTO SALINAS 2004 - Região de Alicante, produzido por Sierras Salinas, um tinto de corte 80% Monastrell, 13% cabernet Sauvignon e 7% Garnacha Tintorera, fermentação malolática em barrica e 15 meses em carvalho francês, sem clarificação e nem filtragem, um rubi violáceo intenso, aroma de fruta vermelha e muito complexo, boa acidez e persistência, GA-15%, preço R$ 196,90 em oferta por R$ 118,14. Foi o primeiro na preferência.



O jantar com a qualidade de sempre do Pimentel Bistrô, tanto no serviço como nos pratos servidos. Como entrada tivemos duas opções: um mix de folhas verdes ou uma abobrinha recheada com creme de gorgonzola gratinada. Também duas opções no prato principal: Medalhões de filet mignon ao molho de mostarda de Dijon com fritas ou Saint Peter ao molho de queijo roquefort com arroz e passas. Sobremesa: Profiterolles ou Abacaxi com raspas de limão.

No jantar foi servido o excelente Mestizaje, um espanhol tinto, da região de Pago El Terrerazo, produzido por Mustiguillo Vinedos y Bodega, um corte de 80% Bobal, 9% Tempranillo, 3% Cabernet, 2% Garnacha e 1% Merlot, envelhecido 10 meses em barrica de carvalho francês, fermentação malolática, 3 semanas com batonagem, sem filtragem, GA-14%, guia Peñin avaliou com 91 ptos., de R$ 129,80 por R$ 77,88.

Cred não nos abandone

Taba


sábado, 19 de maio de 2018

Primitivo X Zinfandel

CREDVINHO - MAIO 2018

TEMA: PRIMITIVO X ZINFANDEL

RESTAURANTE SERAFINA JARDINS


Sabemos que as cepas Primitivo e Zinfandel possuem o mesmo DNA sendo a Primitivo conhecida no sul da Itália, na região de Puglia, e a Zinfandel nos Estados Unidos, na região da Califórnia.

Pensa-se que os imigrantes italianos, após passarem pela costa leste europeia, mais precisamente na Croácia, trouxeram para a América a cepa Crljenak Kastelanski, da qual as 2 cepas acima descendem. A palavra Primitivo é uma referência à sua época de colheita, sendo uma uva precoce e a primeira casta tinta a ser colhida em meados de agosto, e por este motivo, conter muito açúcar residual produzindo vinhos com alto teor alcoólico.

Nosso vinho de boca foi o Woodbridge de Robert Mondavi 2016,conhecido e muito apreciado pelos americanos como White Zinfandel, mas que na realidade é um vinho rosé. Trata-se de um vinho suave, pouco corpo que agrada num aperitivo ou numa piscina. GA 12%, R$ 110,30.




Degustação

1-Masseria Trajone Puglia Primitivo di Manduria,2016, GA 14%, R$ 108,00. Vinho de cor rubi, aromas de frutas vermelhas, bom corpo, persistência média. Foi o quarto a ser escolhido.

2-Gravelly Forrd Zinfandel 2013,GA14,5%, R$ 109,90. Vinho equilibrado, taninos macios, cor rubi , aromas de frutas secas. Foi o terceiro a ser escolhido.

3- Sessantanni Farnese Primitivo di Manduria DOC 2014, GA 14,5%, R$ 287,90. Vinho de cor rubi, taninos macios, bom corpo, boa persistência e aromas intensos de frutas vermelhas. Foi o primeiro a ser escolhido pela grande maioria dos participantes.

4- Robert Mondavi private selectio Zinfandel,2016, GA 13,5%, R$ 110,30. Vinho de cor rubi, aromas delicados de frutas secas, boa acidez, corpo médio. Foi o segundo a ser escolhido.



Para o jantar tivemos o vinho Bonacchi Primitivo IGT Puglia 2015, GA 13,5%, R$ 68,40 que se harmonizou muito bem com Ravioli ao funghi e robalo com cama de batatas e caramelizado de alho poró.



Serafina é um local muito agradável com serviço e serviçal impecáveis.
Silvia nos apresentou o tema com muito conhecimento e o grupo esteve muito interessado e animado.



Até junho,

VERA


quarta-feira, 9 de maio de 2018

Cabernet Franc da Bulgária

CLUVINHO - MAIO 2018
TEMA - CABERNET FRANC DA BULGÁRIA
LOCAL - CLUB ATHLETICO PAULISTANO

Os participantes só sabiam que o tema era Cabernet Franc; desconheciam que a Bulgária era o país de origem. Foi uma surpresa positiva para todos.

Os vinhos da degustação são importados pela Winelands; o do jantar fugiu um pouco do tema, pois foi um Cabernet Franc de excelente qualidade produzido no Uruguai e importado pela World Wine.

A Cabernet Franc é originária da região de Navarra na Espanha e foi levada para a França no século XVII pelo cardeal Richelieu, que a plantou na Abadia de St. Nicolas de Bourgueil no vale do Loire. Somente no século XVIII foi levada para a região de Bordeaux, onde combinadas com Cabernet Sauvignon e Merlot formam o blend da maioria dos vinhos tintos dessa emblemática região. É conhecida  em Saint Emilion por Bouchet e no Loire por Breton.

A Bulgária tem uma longa tradição em vinhos, iniciada nos tempos da Grécia Antiga. O estado búlgaro formou-se em 681, sendo conquistado pelos turco-otomanos e depois pelos russos. Os últimos, para suprir a necessidade de grandes volumes do mercado russo, acabaram dizimando a produção de vinhos de qualidade. A Bulgária já foi o sexto país produtor de vinhos. A partir dos anos 90 voltaram a trabalhar mais os vinhedos e hoje tem uma serie de vinícolas boutique produzindo bons vinhos.

A degustação

Abrimos com o excelente rosè búlgaro CASTRA RUBRA 2015, do produtor de mesmo nome, da região de Telish, vinhedos com mais de 50 anos, em 2006. Com Michel Rolland começou a modernidade, não passa por madeira, fresco, toques de morango e framboesa, GA - 13,5%, preço R$ 145,00.

Os tintos degustados foram:

EM CABERNET FRANC 2011 - Da região de Trácia, produzido por Eduardo Miroglio Winery, passa 10 meses em barricas novas de carvalho francês e alguns meses nas caves, corpo médio, frutas negras, fácil de apreciar, GA - 13,5%, preço R$ 152,90, foi o segundo na preferencia.

CÔTE DE DANUBE CABERNET FRANC 2011 - Das encostas do Rio Danubio, produzido por Chateau Burgozone, mudas francesas, passa por barricas de carvalho francês, frutas vermelhas, cacau e uva passa, GA - 14%, preço R$ 129,90, foi o primeiro na preferencia.

FOUR FRIENDS ZITARA 2014 - Da região de Trácia, melhor região vinícola da Bulgária, produzido por Four Friends, vinícola boutique, vinhas de 2006, 14 meses em barricas de carvalho francês, frutas negras, corpo médio, GA - 14,5%, preço R$ 148,00, terceiro na preferencia.

VERSION PLAISIR DIVIN 2013 - Da região montanhosa do Asenitsa River, produzido por Vinzavod ad Assenougrad, desde de 1947, passa por madeira, frutas negras, chocolate dark, GA - 14,5%, preço R$ 164,00, foi o quarto na preferencia.




No jantar tivemos na entrada Berinjela Parmegiana com Pancetta Crocante, como prato principal Paillard Mezzaluna com Linguini ao Burro e Sálvia e sobremesa Creme Brûlée. O vinho para harmonizar foi o uruguaio Garzon Reserva Cabernet Franc 2015, da região de Maldonado, de 6 a 12 meses com as peles em barricas de carvalho francês, frutas vermelhas, médio corpo, GA - 14,5%, preço R$ 99,00. Conclusão, jantar e vinho excelentes.

Cred não nos abandone.

Taba

As últimas aqui no blog